domingo, 3 de fevereiro de 2008

CANDELABRO ITALIANO ("Rome Adventure")

"Um dos mais bem sucedidos filmes “romântico-turisticos” do tempo em que quase que exclusivamente a Itália (estranho fenômeno dos recalques e injustiças, desconversas e remorsos coletivos surgidos após a II Grande Guerra) estava na Moda, como ambiente de realismo e de sonho, como mítica de “dolce vita” e de cartão postal. Como tal, realmente funcionou para o substrato mais geral. E teve, sobretudo, o mérito de revelar uma linda figura de burguesinha e excelente atriz a franco-americana Suzanne Pleshette – que só não se firmou como “grande estrela” porque o “mood” do cinema mundial já não estava mais tão afeito como antes a valorização dos encantos da feminilidade. A fita aqui foi lançada no Cine Paissandu (a 25 de março de 1963) e depois, entre outras apresentações, já “reprisada” pelo antigo Scala e Astor (a 20 de abril de 1970)."

Publicado originalmente no "O Estado de S. Paulo" de 09/05/76.

Homenagem à atriz falecida no dia 19 de janeiro.

2 comentários:

Márcio/BH disse...

Que alegria ver o blog atualizado! Belo retorno, com os textos sempre interessantes do Biáfora, o repertório de filmes nacionais inesquecíveis e a beleza de Suzanne Pleshette.

Sergio Andrade disse...

Obrigado pelo comentário, Márcio/BH. Abraço!