terça-feira, 11 de novembro de 2008

AS GRÃNFINAS E O CAMELÔ

“Pseudopornô, comédia erótica (ou pornochanchada mesmo) produzida pela empresa do galã Carlo Mossy, não só para veículo estelar do próprio, mas para “faturar horrores”, que ele não oculta essa intenção. Na história três moças ricas e ociosas fazem uma aposta: quem transformaria um camelô num cavalheiro, no período de um mês? Mossy, o escolhido, é tratado a pão-de-ló mas tem inconvincentes escrúpulos românticos e moralistas. Por outra, a tarefa das meninas só seria necessária se os tempos não fossem esse que aí está. Mas como a fita parece ter sido baseada em “Irene, a Teimosa”, como o cartaz e as fotos coloridas estão surpreendentemente bem feitos e com certo gosto, como Mossy apesar da adesão ao mercantilismo do nosso cinema sempre é um tipo de alguma escola, e como desta vez o grupo de atrizes parece bonito e bem tratado, quem sabe algo menos degradante que o habitual poderá ter acontecido? Tomara, que já não é sem tempo.”


Publicado originalmente no "O Estado de S. Paulo" de 13/02/77.



2 comentários:

Raphael disse...

onde posso conseguir o filme Marilia e Marina? há muito tempo venho procurando, mas é muito dificil.

parabéns pelo blog
um abraço

Sergio Andrade disse...

Raphael, esse filme tornou-se uma raridade mesmo, mas houve um tempo em que era exibido com certa frequência na TV.

Se algum leitor souber onde encontrá-lo, por favor nos informe.

Obrigado pelo comentário.
Abraço!