sexta-feira, 24 de outubro de 2008

DANIEL, O CAPANGA DE DEUS


“Por que se chama “Daniel, o Capanga de Deus” se é livro todo a base de imagens, personagens e episódios (intencionalmente) desconexos, como um Henry Miller diluído (ou “readers digestizado”?) de “Sexus”, “Nexus” ou “Plexus” e bastante “aprés” “la lettre”? E porque desmistificação do cangaço se as fotos expostas nos cinemas (aliás bonitas mas intelectualizadas demais para um filme que claramente avança pelo prestígio televisivo de Regina Duarte, e em dois papéis, o que deve ter sido bastante difícil para a mística caseira da eterna e campônia “jeune fille” utilizada em “Lance Maior” e “Chão Bruto”) sugerem obra muito para delírios de mitomanias eróticas de “ids” masculinos? Aliás, estas reincidências de especularem sobre os nus ou os não-nus de Regina Duarte é um “problema” que só concerne aos dilemas de “pruderie” das “menageres” que se escravizam à obrigação seriada e dulcurosa das telenovelas. Obrigação que de forma alguma pode condizer com a plasticidade tipo John Korty (o diretor húngaro do estranhíssimo “A Corrente da Vida”) que a citada coleção de fotos faz supor. Audácia criativa? Ou confusionismo intencionalmente nacional? De qualquer maneira, a estréia no longo-metragem de um (conhecido? Controvertido?) ex-realizador de curtas publicitários que poderá criar ou desejar polêmica.”


Publicado originalmente no "O Estado de S. Paulo" de 22.01.78.


2 comentários:

Isadora Reimão disse...

Oi, Sérgio, tudo bem?
Gostaria de saber se você tem a cópia desse filme em VHS ou DVD ou se você sabe onde adquirir. Sou professor universitário e pesquisador do cinema nacional e estou interessado em obter mais informações sobre essa produção. Meu e-mail é anderson.craveiro@gmail.com
www.kinoarte.org.br

Sergio Andrade disse...

Oi, Isadora!

Infelizmente não tenho cópia desse filme, nem sei se saiu algum dia em VHS, em DVD tenho quase certeza que não saiu.
É incrível como alguns filmes brasileiros simplesmente somem de circulação. Um absurdo!

Desculpe não poder ajudá-lo :(